Rajada de foguetes completa do Astros II

Publicado em 19 de fev de 2015

Vídeo produzido no ano de 2000 durante o Comando do Coronel Oliva. O 6º Grupo de Artilharia de Costa Motorizado (6º GACosM) foi trasformado em 6º Grupo de Lançadores Múltiplos de Foguetes (6º GLMF) e transferido para Formosa-GO em dezembro de 2004. A Fortaleza de Itaipu passou a abrigar, a partir de 2005, o 2º Grupo de Artilharia Antiaérea (2º GAAAe), proveniente de Osasco-SP. O vídeo apresenta inicialmente o deslocamento realizado pelas viaturas AV-Remuniciadoras da Bia LMF ao Depósito Central de Munição do Exército (DCMun) em Paracambi-RJ, a fim de carregarem seus compartimentos de carga com os conteineres de foguetes SS-30, SS-40 e SS-60. Na sequência são apresentadas algumas informações sobre o Sistema Astros II e a Escola de Fogo de Instrução (EsFI) da Bia LMF do 6º GACosM, realizada na área de marinha da própria Organização Militar (OM) em Praia Grande-SP. Na ocasião foi realizada uma demonstração com todos os subsistemas da Artilharia de Costa (ACos) com a realização do tiro real com os três tipos de foguetes que o sistema dispunha. Dentre as imagens, destaco a rajada de 32 foguetes SS-30 realizada por uma única AV-LMU. A área de alvos da Escola de Fogo de Instrução (EsFI) foi delimitada por um quadrilátero formado por 4 vértices, cujas coordenadas foram levantadas na carta náutica e informadas para a aeronave a fim de confirmar a inexistência de qualquer embarcação na área de impacto. A área de alvos guardava uma distância que variava de 15 a 45 quilômetros da posição da Linha de Fogo (LF). Tanto a área marítima como o espaço aéreo da região foram, mediante solicitação prévia, interditados pelas autoridades competentes: no caso a Marinha do Brasil (MB) e Força Aérea Brasileira (FAB). Em um segundo momento do vídeo, temos registros de todas as atividades que foram desenvolvidas pelo 6º GACosM por ocasião de sua participação em uma Operação Conjunta entre a MB e o EB. No exercício, o 6º GACosM e a Bia LMF da 1ª/10º GACosM (Macaé-RJ, já extinto) representaram o EB como a força oponente (figuração inimiga) responsável por fazer a defesa do litoral da região de Marataízes-ES. Em ambos os exercícios o 6º GACosM se utilizou de um radar civil Furuno que foi capaz de identificar a posição exata dos “splash” dos foguetes no mar, bem como as coordenadas das belonaves da MB que participavam da Operação de Desembarque Anfíbio e consolidação da Cabeça de Praia na região. Carreguei este vídeo em homenagem aos companheiros, superiores e subordinados, que juntamente comigo tiveram o privilégio de servir na Fortaleza de Itaipu entre os anos de 1999 e 2001. Espero que gostem!

Marcio Alves

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s